UNICA E ITAMARATY DISCUTEM PROMOÇÃO DO ETANOL NA ÁSIA

Discutir estratégias para promoção do etanol brasileiro no mercado asiático. Esse foi o principal assunto tratado durante almoço realizado, nesta quarta-feira (21), no escritório da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), em Brasília, com representantes do Itamaraty.

“Nesse momento, nossa prioridade é a de garantir que os países desenvolvam políticas de fortalecimento aos seus programas de etanol. Isso será o primeiro passo para pensarmos em um mercado global do biocombustível. E, nesse sentido, a Ásia é seguramente a região com o maior potencial de crescimento no curto prazo”, disse o presidente da UNICA, Evandro Gussi, durante o encontro.

De acordo com o diretor executivo da entidade, Eduardo Leão, a ida do presidente da República, Jair Bolsonaro, já agendada para fevereiro do ano que vem para a Índia, será uma grande oportunidade para o biocombustível brasileiro.

“O uso do etanol na Índia será bom não só para ajudar o país a reduzir a emissão de gases poluentes, como também para oferecer uma alternativa aos quase 50 milhões de produtores de cana daquele país. De quebra, ainda há o benefício da redução da dependência do petróleo importado”, pontuou Leão.

Atualmente, a Índia apresenta uma mistura da ordem de 5% de etanol na gasolina. O objetivo do país é chegar a uma mistura de 10% até 2022 e de 20% até 2030.

Além dos executivos da UNICA, participaram do almoço o secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty, embaixador Reinaldo Salgado; a chefe de gabinete do secretário de Política Externa e Econômica, ministra Ivanise Maciel; o diretor do departamento de Energia, ministro Alex Giacomell; o chefe da divisão de Promoção de Energia, conselheiro Renato Godinho; e o chefe da Divisão da Índia, secretário Aloísio Sousa Neto.


Fonte: UNICA

Rua Caraguatatuba, 4.000 Bloco 2 / CEP 14078-548 / JD Joquei Clube / Ribeirão Preto / SP

16 3626-0029 / 3626-0241 / contato@assovale.com.br

Criação de sites GS3