COM RECORDE PARA ETANOL, BRASIL VÊ EXPORTAÇÃO DE AÇÚCAR AO MENOR NÍVEL EM 12 ANOS, DIZ JOB

Com uma menor destinação de cana para a produção de açúcar e um aumento na produção de etanol de milho, a fabricação do biocombustível pelo país será recorde em 34,3 bilhões de litros em 2019/20 (abril/março), ante 33,8 bilhões no mesmo período da temporada passada, estimou nesta quarta-feira a consultoria Job Economia.

A produção de açúcar do país deve cair para 28,3 milhões de toneladas (considerando centro-sul e Nordeste), ante 29,1 milhões de toneladas em 2018/19, reduzindo a exportação do adoçante brasileiro para estimadas 18,5 milhões de toneladas em 2019/20, nível visto na safra 2007/08, segundo a Job.

“Ou seja, retrocedemos 12 anos em exportação de açúcar, significando que atualmente temos no etanol combustível opção melhor de uso da cana que no passado”, disse Júlio Borges, sócio-diretor da Job, em relatório.

Por Roberto Samora

Fonte: Reuters

Rua Caraguatatuba, 4.000 Bloco 2 / CEP 14078-548 / JD Joquei Clube / Ribeirão Preto / SP

16 3626-0029 / 3626-0241 / contato@assovale.com.br

Criação de sites GS3