Temer sinaliza apoio a demandas das áreas de etanol e biodiesel

Brasília - Em reunião com entidades que representam produtores de biocombustíveis na manhã de hoje, o presidente Michel Temer sinalizou apoio a demandas de empresas do segmento, que pedem para que o governo regulamente o aumento da mistura do biodiesel no diesel fóssil e publique uma Medida Provisória para implementar o Programa Renovabio, que vai fixar metas de redução da emissão de gases poluentes para distribuidoras de combustíveis.

De acordo com participantes da reunião, temas como a volta do tributo Cide-Combustíveis e o possível aumento da alíquota de PIS/Cofins sobre a gasolina não entraram na pauta de conversas com Temer, que esteve acompanhado pelos ministros Henrique Meirelles, da Fazenda, Eliseu Padilha (Casa Civil), Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia).

Donizeti Tokarski, diretor-superintendente da União Brasileira do Biodisel e Bioquerosene (Ubrabio), que representa usinas fabricantes de biodiesel, disse que Temer prometeu que até o próximo dia 4 de agosto decidirá se encaminhará uma MP ou um projeto de lei para implementar o Renovabio.

Com relação à nova composição da mistura de biodiesel e diesel, Temer acenou que o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) deve aprovar em breve o aumento da mistura de biodiesel no diesel de 8% (B8) para 9% (B9), e, posteriormente, para 10% (B10). O percentual de 8% entrou em vigor em março.

Fonte: Valor Online.

Rua Caraguatatuba, 4.000 Bloco 2 / CEP 14078-548 / JD Joquei Clube / Ribeirão Preto / SP

16 3626-0029 / 3626-0241 / contato@assovale.com.br

Criação de sites GS3