Mercado de açúcar está se tornando menos protecionista, diz CEO da Imperial Sugar

Os preços do açúcar no mercado internacional estão ficando mais voláteis, o que deve trazer benefícios para os traders, disse Mike Gorrell, CEO da refinaria Imperial Sugar, braço da Louis Dreyfus Company (LDC).

A mudança, segundo ele, é reflexo da reformulação de práticas protecionistas nos países produtores. O comentário foi feito em entrevista durante conferência do setor, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

“O que o mundo está fazendo no setor do açúcar é se livrar de seus amortecedores”, disse. Ele destacou os esforços da União Europeia (UE) e da Índia de cortarem seus subsídios aos produtores da commodity, que levaram os países a acumularem volumosos estoques do alimento. Embora os subsídios sejam onerosos para os governos, eles ajudam a amortecer os choques de oferta. A China é um dos poucos países que estariam mantendo essas políticas. Entretanto, até mesmo lá o governo tem se esforçado para reduzir o apoio à produção do alimento.

Ainda sobre o preço, o diretor comercial da sucursal norte-americana da Sucden, Michael Gelchie, disse que o mercado pode ser prejudicado pela mudança de posição dos fundos de hedge e outros especuladores. Segundo ele, esses players acumularam uma posição comprada considerável no mercado futuro, já que o primeiro déficit global do setor em seis anos dá suporte para tal movimento.

Entretanto, segundo Gelchie, em breve o mercado deve entrar em uma fase mais equilibrada. “Nós corremos o risco de o especulador girar suas posições e vendê-las”, disse.

Fonte: Dow Jones Newswires.


Fonte: Estadão Conteúdo

Rua Caraguatatuba, 4.000 Bloco 2 / CEP 14078-548 / JD Joquei Clube / Ribeirão Preto / SP

16 3626-0029 / 3626-0241 / contato@assovale.com.br

Criação de sites GS3