Setor de açúcar e etanol tem recursos disponíveis para renovação em 2017

O setor de açúcar e etanol tem concentrado neste final de ano a demanda de recursos do Prorenova, a linha de crédito voltada para a renovação de canaviais. Conforme informações divulgadas pelo chefe do departamento de biocombustíveis do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Eduardo Cavalcanti.

“As empresas estão financiando as negociações com os bancos e agentes repassadores e esses pedidos estão entrando na carteira do banco”, disse Cavalcanti.

Durante o Unica Forum, promovido pela União da Indústria de Cana-de-açúcar, em São Paulo (SP), os recursos estão disponíveis durante todo o ano, mas as empresas acabam concluindo suas negociações entre novembro e dezembro, após análise do balanço anual da produção, o que aumenta o fluxo de projetos nessa época.

O orçamento liberado pelo BNDES é de R$ 1,5 bilhão para o Prorenova 2017, a linha de crédito que financia a substituição de plantas no canavial. As empresas têm até o dia 31 de dezembro para apresentar seus projetos para a instituição para terem acesso a esses recursos.

Conforme balanço divulgado no início do mês pela Biosev, as usinas da companhia moeram no segundo trimestre da temporada 2016/2017, 1,2% mais cana durante os meses de julho a setembro, totalizando 12,22 milhões de toneladas.

De acordo com o presidente da Biosev, Rui Chammas, a companhia espera encerrar as atividades de colheita de cana-de-açúcar no Centro-Sul do País em "meados de dezembro", declarou durante rápida entrevista nos bastidores do Unica Fórum, em São Paulo.


Fonte: Capital News

Rua Caraguatatuba, 4.000 Bloco 2 / CEP 14078-548 / JD Joquei Clube / Ribeirão Preto / SP

16 3626-0029 / 3626-0241 / contato@assovale.com.br

Criação de sites GS3